Em nossos quatro artigos anteriores do blog, explicamos o motivo pelo qual acreditamos que a diversidade de fornecedores deve ser uma estratégia central para qualquer negócio ou empresa. Na ConnXus, sabemos que programas eficazes de diversidade de fornecedores podem agregar valor econômico aos seus clientes, fornecedores, comunidades e outras partes interessadas.

Além do mais, através do desenvolvimento e da integração de diversas empresas no seu processo de compras, você está colocando sua empresa em uma posição de crescimento no futuro.

Na nossa experiência, o apoio das partes interessadas é a chave para o sucesso dos programas de diversidade de fornecedores. No entanto, às vezes, obter o apoio geral pode ser difícil. Como você pode convencer os seus acionistas de que a diversidade de fornecedores pode oferecer uma vantagem competitiva real?

Sete melhores práticas testadas e recomendadas

Construir e manter um programa eficaz de diversidade de fornecedores é importante para se tornar uma empresa de sucesso mundial, mas a diferença entre o sucesso e o fracasso pode, às vezes, estar condicionada à superação de preocupações e equívocos das partes interessadas dentro da empresa. A seguir, apresentamos as sete melhores práticas para obter apoio, coletadas com alguns dos profissionais de maior sucesso da diversidade de fornecedores.

  1. Identificar todas as pessoas principais. Conhecer detalhadamente cada parte interessada na sua empresa é crucial para obter suporte para seu programa diversidade de fornecedores. Primeiro, você precisa entender o papel e a experiência de cada parte interessada e como o novo programa afetará sua participação no negócio. Ao incluir as partes interessadas no início do processo de planejamento, você pode trabalhar em conjunto com elas e descobrir como superar quaisquer possíveis obstáculos para o sucesso.
  2. Instruir as partes interessadas. Os programas de diversidade de fornecedores contam com muitos benefícios diferentes, mas nem todos afetam diretamente os resultados líquidos da empresa. Ao explicar com clareza os benefícios tangíveis e intangíveis de uma cadeia de suprimentos diversificada, você consegue demonstrar o valor agregado às partes interessadas e conquistar seu apoio. Ao mesmo tempo, é importante instruir os líderes de empresas cujos proprietários são mulheres e minorias sociais sobre como (e por que) podem se posicionar para firmar uma boa parceria com sua empresa.
  3. Definir as oportunidades. Ao demonstrar o valor que a diversidade de fornecedores pode trazer, como redução nos custos, aumento na flexibilidade e um pensamento mais inovador, você conseguir convencer até os mais céticos de que a diversidade de pensamentos pode aumentar a eficiência corporativa. Quando estiver enfrentando os desafios inevitáveis que surgem no decorrer do planejamento estratégico, faça planos detalhados de como você irá superá-los. Tenha em mente que “nada… que as empresas compram é excluído”, afirma Sheila Hill, presidente do Minority Business Development Council (CMBDC – Conselho de Desenvolvimento Empresarial das Minorias de Chicago). Uma vez que as empresas fornecedoras de propriedade de minorias sociais podem oferecer mais do que produtos e serviços de limpeza, “serviços profissionais, como fundos mútuos, hedging e serviços financeiros não estão fora de jogo”, acrescenta.
  4. Garantir apoio da alta administração. É crucial obter o envolvimento total de seu CEO, COO, presidente e outros administradores seniores. Portanto, prepare o caso de negócios para implementar um programa de diversidade de fornecedores, corrobore com números precisos e verificáveis e busque ativamente apoio em todos os níveis da administração. Grandes empresas como a BP International tem “a diversidade de fornecedores integrada ao seu departamento de compras, de modo que o diretor de compras ou seus vice-presidentes adotem o conceito como parte do processo de compra estratégica”, afirma Debra Jennings-Johnson, diretora de diversidade de fornecedores da BP. Se seu CEO somente verifica o status de seu programa de diversidade de fornecedores de vez em quando, as chances de seu programa fracassar são grandes.
  5. Definir metas mensuráveis, monitorar o progresso. Assim que você apresentar o caso de negócios e os benefícios de seu programa de diversidade de fornecedores e conseguir apoio das principais partes interessadas, é hora de colocar a “mão na massa”. Após a autorização da direção executiva da empresa, é hora de definir metas específicas, realistas, relevantes e com cronogramas e continuar avaliando o desempenho da sua empresa em relação a essas metas a cada mês ou trimestre.
  6. Assegurar a responsabilidade dos executivos. Na Wells Fargo, o conselho de administração, o CEO e a administração sênior estão todos monitorando os números da diversidade e esse foco se estende por todos os níveis hierárquicos da empresa. Na PSEG, as métricas internas de diversidade de fornecedores estão diretamente ligadas às avaliações de desempenho e remuneração dos executivos. “Os relatórios regulares para a equipe de liderança, a definição de uma meta corporativa voltada à diversidade e relatórios anuais para o conselho corporativo mantêm o programa de diversidade de fornecedores da HCSC no caminho certo”, declara Malinda Burden, diretora de gestão corporativa de fornecedores e gestão de sistemas. Se você deseja criar uma cultura corporativa que valorize a diversidade e a inclusão na cadeia de suprimentos, a responsabilidade top-down traz uma mensagem poderosa.
  7. Compartilhar histórias de sucesso. Quando seu programa de diversidade de fornecedores for adotado, não esqueça de reconhecer as pessoas responsáveis por seu sucesso, incluindo as partes interessadas que compraram a ideia. Você não está apenas criando um histórico de sucesso, mas as pessoas ficarão contentes por sua disposição em compartilhar os méritos e terão mais vontade de apoiá-lo no futuro.

A maioria das empresas começa a praticar as compras estratégicas porque deseja reduzir os custos e aumentar o valor, mas muitos profissionais de compras estão aprendendo que uma cadeia de suprimentos inclusiva também leva a um negócio mais saudável em todos os aspectos. Empresas cujos proprietários são mulheres e minorias sociais podem se tornar parceiras e aliadas em um mercado cada vez mais diversificado e em constante mudança. Também podem assumir o papel de embaixadores da marca, demonstrando que sua empresa valoriza o crescimento sustentável das populações onde vivem e trabalham.

É claro que existem muitos desafios para criar um programa eficaz de diversidade de fornecedores, mas obter o forte apoio da equipe executiva pode ser a tarefa mais difícil. Se conseguir apresentar sua estratégia de diversidade de fornecedores de forma que demonstre com clareza seu valor geral para a empresa, você estará no caminho certo para diminuir as preocupações das partes interessadas antes mesmo de serem levantadas.