Os melhores profissionais de compras e cadeia de suprimentos sabem que não se trata mais de seguir as mesmas checklists cansativas de procedimentos de compra e contratação de uma empresa. Diante do atual ambiente competitivo agressivo entre as empresas e das mudanças na demografia de clientes, cada vez mais empresas estão contando com suas cadeias de suprimentos para gerar redução estratégica de custos e valor agregado.

Se você é um profissional de compras experiente ou um executivo que tem como responsabilidades incluir a diversidade de fornecedores, é preciso lidar com um ambiente de negócios global que está se tornando mais diversificado a cada dia. Por exemplo, já existem mais de 1.000 empresas de TI nos EUA cujos proprietários são mulheres e minorias sociais, que vão desde startups até empresas maduras com receitas anuais superiores a 100 milhões de dólares. A maioria dessas empresas operam além das fronteiras nacionais e em várias áreas de TI.

Se você trabalha em uma empresa que diz valorizar a inclusão e a diversidade no ambiente de trabalho, é uma boa estratégia de negócios implementar um programa de diversidade de fornecedores atraente e inclusivo. Vamos começar com uma definição básica: um programa de diversidade de fornecedores é um programa proativo que estimula a compra de bens e serviços de empresas cujos proprietários pertencem a grupos diferentes de pessoas, incluindo (mas não se limitando a) minorias sociais, mulheres, pessoas com deficiência física, comunidade LGBT e veteranos.

Mesmo em empresas com as melhores intenções, políticas e programas de aquisição diversificada de fornecedores podem errar o alvo. O segredo é construir um programa de diversidade de fornecedores robusto e cuidadosamente monitorado que ofereça retornos consideráveis sobre seu investimento e não apenas um exemplo para contar vantagem em seu site ou em seu relatório anual.

EVITE ESTES QUATRO ERROS COMUNS

Como você pode dizer se os seus programas de diversidade de fornecedores precisam ser aprimorados? A seguir apresentamos quatro sinais de que as coisas possam ter saído dos trilhos:

  • Você espera (e aceita) padrões inferiores de qualidade, precisão e oportunidade para empresas de propriedade de mulheres ou minorias sociais em relação a outros fornecedores.
  • Você altera periodicamente os dados do seu fornecedor para garantir que seus números de diversidade pareçam aceitáveis, sem lançar nenhuma nova iniciativa de diversidade de fornecedores.
  • Você só monitora seus principais fornecedores, mas não implementa um programa de diversidade de fornecedores para seus fornecedores Classe II a IV.
  • Você não tem processos eficazes que incluam perspectivas únicas e diversificadas nas decisões da cadeia de suprimentos da sua empresa.

Já que os EUA comemoram o Black History Month (Mês da história negra) neste mês, agora é o melhor momento para reavaliar os programas de gestão de cadeia de suprimentos da sua empresa. Os verdadeiros líderes conscientes da atualidade são empresas que orientam, formam parcerias e envolvem ativamente seus fornecedores diversificados principais e secundários, determinando o futuro da diversidade de fornecedores. Você se mantém informado sobre as melhores práticas do setor para diversidade de fornecedores?

Existe também uma vantagem secreta em ter um programa proativo de diversidade de fornecedores. No atual mercado de trabalho altamente competitivo, não é raro contratar um excelente consultor ou contratado com um fornecedor. Essa disputa ferrenha por talentos, e sobretudo talentos diversificados, ajuda a multiplicar as fontes que alimentam sua rede.

Portanto, se você realmente deseja atrair os melhores e mais inteligentes talentos, agora há mais uma ótima razão para 1) lançar um programa de diversidade de fornecedores ou 2) expandir seus programas atuais para trabalhar com fornecedores diversificados que estão mais abaixo da cadeia de suprimentos.